Páginas

sábado, 17 de abril de 2010

Adrian e Anna - pt3

-Por quanto tempo você pretende continuar me olhando? - perguntei incomodada.
-Só até você reclamar.
-Estou reclamando. - falei, e ele virou a cabeça de volta pra frente. Que sujeito estranho. Não era bem o tipo que eu costumava me envolver. Parecia simplesmente um qualquer, sem atrativo algum.
No quesito beleza, ele simplesmente se igualava à grande maioria. Não chegava a ser feio, mas não era nada que se sobressaísse. E tinha esse ar de que tem tudo o que precisa na mão e quer parecer um revoltado.
Mas ele também parecia me afetar de um jeito estranho. É difícil dizer como.
Talvez, como se uma parte minha estivesse com ele.
-Agora você que está me encarando.
-Ah.
-Sem problemas, gosto dessa sua expressão.
-Você mora perto?
-Um pouco.
-Vem. - eu disse, e sem entender porque, desci da ponte puxando ele. - Pra onde agora?


Chegamos na minha casa em pouco tempo. Ela estava vazia, como de se esperar, e toda apagada.
Abri a porta e deixei-a entrar. Ela estava bem à vontade, mesmo estando na casa de um estranho. Aquela paisagem tão desconfortável parecia outra, simplesmente por ter adicionado aquela garota cujo nome eu nem sabia!
E então ela me chamou do quarto. Andei pelo corredor branco, com alguns retratos pendurados, até a porta de madeira no fim. As luzes estavam acesas somente ali naquele cômodo, refletindo bem clara na pele nua dela.
-Como eu devo reagir? - perguntei embaraçado.
-Você é...-começou ela.
-Sim. - interrompi antes que ela terminasse a frase. Não era necessário muito intelecto para saber a palavra que completaria aquela frase.
-Não faz muita diferença.
E então eu a segui.
Para dentro de um mundo novo.

Um comentário:

  1. ah que lindo *-* cara, vc me mata com esses caps curtos u.u quero mais *-*

    beijão, saudades :*

    ResponderExcluir